Vida e Carreira

Não adianta querer mais que a pessoa

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Em certos momentos da vida queremos ajudar pessoas.

Queremos ajudar pessoas a serem mais, a conquistarem mais, a darem um passo na vida.

Amigos, parentes, profissionais: sentimos que conseguimos ajudar essa pessoa, e isso soa como uma missão a ser cumprida.

Por vezes até já temos traçado na cabeça um plano para isto, um cronograma, uma ideia concreta.

Mas às vezes essa coisa não dá certo pois a pessoa não corre atrás, não se organiza, e não avança etapas.

O que aprendi é: não adianta querer mais que a pessoa.

Se a pessoa não se esforça minimamente para conquistar o que deseja, não há milagre que ajude, não há empurrão que salve e não há ajuda que adiante. Como diria Naval Ravikant, “Escolhas fáceis, vida difícil. Escolhas difíceis, vida fácil.”

Em um testemunho pessoal: praticamente toda semana recebo mensagens de pessoas querendo mudar de emprego, uma nova carreira e afins. Maioria por Linkedin.

Quando indico os passos que julgo serem necessários, sinto um ar de tristeza: “Tudo isso?” e sei que em grande parte dos casos a pessoa não agiu proativamente para conseguir o que queria.

Me tranquilizo lembrando de uma frase de Thoreau, em Walden (meu livro preferido):

“Se um homem marcha com um passo diferente do dos seus companheiros, é porque ouve outro tambor”.

Ou seja, quem sabe essa pessoa simplesmente ouve outro tambor. Faz parte da vida.

Até 🙂